sábado, 17 de março de 2012

Sinto-me desvanecer perante o absurdo.
Evaporo...


Alex M

1 comentário:

acácia rubra disse...

Mas, desse absurdo eu vejo daqui uma nuvem... de sentir poético.

Beijo