domingo, 18 de dezembro de 2011

CIRCUNSTÂNCIAS


Estou suspenso
Qual ilusão de um olhar
Ou janela entreaberta…
Num desejo
Súbito encantamento…
Ao qual me ofereci…
Em que adormeço
A razão deste sonhar…
Deste movimento…
Onde te procuro!
E cultivo na tua essência…
As memórias apagadas…
Dos lugares onde não vivo…
E as razões que desconheço!

Alex M

8 comentários:

Rogério Pereira disse...

Poeta
Circunstâncias
Ou a negação delas?

Vamos abrir todas as janelas?

Alex M disse...

Afirmar ou negar...
Dependerá sempre dessas mesmas circunstâncias.

Que se abram todas...

acácia rubra disse...

BOM NATAL e ÓTIMO ANO de 2012.

Beijo

Alex M disse...

Obrigado, igualmente...
TUDO DE BOM!
Beijo

iduarth disse...

Sua poesia é encantadora; seus versos são reflexivos e emocionantes e a linda música dá uma saudade inesplicável...Parabéns pelo blog!

Alex M disse...

Muito obrigado por tão gentis palavras...

Um Abraço!

mariam disse...

Alex
Encantador poema :)
Bom 2012!
http://mariasentidos.blogspot.com/

Um sorriso :)
mariam

Alex M disse...

Obrigado pelas palavras, Mariam...
Um excelente 2012!
Um Abraço!